Ficções

Mierscheid no plenário do Bundestag                Foto: Friedhelm Wollner

BERLIM,  por Yara Castanheira

No último dia primeiro, o deputado mais antigo do Partido Social Democrata, SPD, completou 78 anos. Jakob Maria Mierscheid é conhecido por sua extraordinária timidez diante das câmeras e, portanto, era mesmo de se esperar que ele não comemorasse essa data especial. Até hoje só se publicaram duas fotos suas: uma sentado de costas no plenário, a qual pode ser vista na página oficial do Bundestag, e outra que pertence ao arquivo desta instituição (detalhe: os óculos foram acrescentados posteriormente).

Nascido em 1933 e membro do Parlamento Alemão desde 1979, o político construiu uma carreira de peso. Após a transferência da sede do governo de Bonn para Berlim, a passarela sobre o rio Spree – que liga internamente dois dos prédios do parlamento – recebeu o apelido de Ponte Mierscheid, em homenagem ao deputado.

Procurando se adaptar às tendências da Web 2.0, Jakob Maria usa o Twitter como meio de comunicação. Em 2005, agências de notícia espalharam rumores de que ele iria mudar para o partido de esquerda, Die Linke, depois de mais de cinco décadas no Partido Social Democrata, SPD – boato que ele negou com veemência numa entrevista à revista Der Spiegel, chegando ao ponto de colocar seu telefone à disposição de qualquer jornalista.

Foto: arquivo do Bundestag

Tema frequente na imprensa alemã, o senhor Mierscheid costuma também publicar textos sobre tópicos diversos. Entre eles está um célebre artigo escrito em ocasião do simpósio sobre o piolho de pedra, em 1993. Sim, o piolho microscópico do último post, o Steinlaus, criado pelo humorista Loriot. Mas qual seria o interesse do parlamentar por esse bichinho que se alimenta de concreto e tijolos? Deve ser uma questão identitária, já que os dois conseguiram a façanha de sair da ficção para o mundo real – um para a medicina e o outro para a política.

Após a morte de um membro do SPD em 1979, Carlo Schmid, colegas entristecidos e inconformados criaram o Jakob Maria Mierscheid para ser sucessor do falecido. Mais tarde, o popularmente conhecido como “fantasma do Bundestag” foi incorporado por Friedhelm Wollner, diretor técnico do grupo do SPD no Parlamento. O deputado de mentirinha é membro oficial do Parlamento Alemão e tem uma página no site da instituição, com biografia e publicações. (Mais uma prova de que os alemães levam seu humor a sério.)

Começo a desconfiar que o processo inverso está acontecendo comigo. Acabo de receber da repartição de estrangeiros um certificado de ficção, o famigerado Fiktionsbescheinigung. Este é o meu status atual na Alemanha, pelo menos até que a nova identidade eletrônica fique pronta. Será a minha primeira chance de passar o Natal oficialmente no mundo quimérico. Já que o senhor Mierscheid afirmou estar à disposição dos jornalistas, irei convidá-lo para celebrarmos a data juntos. Estenderei o convite ao conhecido diplomata fictício Edmund F. Dräcker e, claro, aos piolhos de pedra que ainda resistem bravamente à extinção.

Reunidos, podemos prestar uma homenagem ao advogado Friedrich Nagelmann e ao psicólogo Ernst August Dölle, importantes figuras imaginárias da Alemanha, ambos infelizmente já falecidos.

* Yara es periodista brasileña y trabaja actualmente en proyectos culturales en Berlín. Recibió su título de maestría en Medios, Comunicación y Estudios Culturales de las Universidades de Kassel (Alemania) y Londres (Inglaterra).

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s